Guerreiros: Com elenco com jogadores de até 14 anos, Sub 17 do Palmeiras é vice-campeão

Após uma excelente reação no último quarto da semifinal diante do Esporte Clube Pinheiros, tirando uma desvantagem de 11 pontos, a equipe palestrina, apesar de realizar grande primeiro tempo na final diante o Clube Atlético paulistano, tomou a virada e sofreu o revés por 69 x 61, ficando, portanto, com o vice-campeonato Estadual.

 

Embora não tenha conquistado a medalha de ouro, o time do técnico Adaga fez bonito neste ano. Depois da perda de atletas importantes, por exemplo o ala- armador Elton Oliveira (E.C.Pinheiros) e Juan (Campinas Basquete Clube), a dispensa de alguns, o alviverde teve que remontar o seu plantel. Contudo, não foi apenas isso que o Palestra teve como desafio. O elenco do Palestra Itália foi o mais jovem da competição, com jogador de até 14 anos, dois do Sub 15, sete do Sub 16 e apenas cinco do Sub 17 e, apesar disso, o Palmeiras conquistou uma honrosa medalha de prata que só aumenta ainda mais o feito do comandante Adaga e de seus atletas.

17.jpg
Plantel do Sub 17 (Foto: Divulgação)

João Santos, 14, o caçula do time, disputou apenas uma partida pelo Sub 17, diante o Campinas, mas sua presença era constante nos treinos da equipe. Já Arthur, ala e cestinha do Sub 15 do alviverde e Luca, foram figuras mais presentes na equipe que conquistou a medalha de prata. Enquanto o primeiro realizou oito partidas pelo time Sub 17, o pivô Luca, em desenvolvimento com o verdão, foi figura diária nos treinamentos do segundo semestre. Contudo, o que mais chama a atenção foi a excelente participação dos atletas do Sub 16, muitas vezes sendo protagonistas nos jogos da equipe Sub 17. Por não ter equipe Sub 16, o verdão pode inscrever sete jogadores dessa categoria na de cima. São estes: Gabriel Oliveira, armador, Luiz Suman, ala-armador, Mateus Prado, ala-armador, Diego Oliveira, ala, João Camargo, ala e ala-pivô, Guilherme Batista, ala-pivô e pivô e Lukas Silva, pivô. Dos citados, João Camargo foi uma bela surpresa. Vindo de Bauru, o atleta realizou um ótimo segundo semestre, subindo inclusive para o Sub 19. Por sua vez, os jogadores, de fato, do Sub 17 foram: os armadores Francisco Arozena e Felipe Dalaqua, o ala Jonas (Bahia), o ala-pivô Antonio Maia e o pivô Vitão. Antonio Maia realizou um ótimo primeiro semestre, entretanto, no segundo foi para o basquete universitário dos EUA e retornou para as finais no intuito de ficar com sua equipe, apesar de não ter jogado. O hermano Francisco, o Chico, se lesionou ainda no primeiro semestre, mas voltou para a reta final do Sub 17 e Sub 19, sendo um destaque dentro e fora de quadra. Além de ser um líder, mostrando a garra argentina, é um jogador diferenciado com a bola na mão, possui ótima visão de jogo. Além deles, o armador Felipe, gatilho nas bolas do perímetro, foi o grande destaque do verdão, inclusive o cestinha do campeonato, com médias de 20.5 pontos por partida. Victor Azevedo, o Vitão, foi eleito o melhor pivô da competição e Jonas, o melhor ala, completam, pois, o elenco guerreiro do alviverde.

lukas.jpg
Comemoração pós vitória heroica diante o forte Pinheiros (Foto: Murilo Desimone)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s