De Tupã e do verdão para a seleção

Tupã, cidade pequena e de 68 492 habitantes, localiza-se 439,5 Km da capital de São Paulo. Esse território não é muito falado, tampouco conhecido pelos brasileiros, mas é nele que nasceu uma das maiores promessas do basquete brasileiro e da seleção Sub 18, que disputará a Copa América em Julho deste ano. Trata-se do palmeirense Yago Mateus, de 17 anos. O atleta do alviverde tem um talento nato, habilidade e visão de jogo fora de série. O que parece impossível no basquete, para ele, torna-se fácil.  Yago chegou ao alviverde no ano de 2012 por meio dos olhares do técnico Willians Manzini, atual comandante do Sub 13 e Sub 14 do palestra. O jogador do Sub 17 e Sub 19 do Palmeiras já foi convocado em 2014 para o Campeonato Sul-Americano Sub-15, quando também foi eleito o MVP do torneio.

3
Yago em duelo contra os EUA
2
Yago com o troféu do título e de melhor jogador da competição 

Agora, mais velho e maduro, Yago será um das  peças fundamentais para a seleção sair com a medalha de ouro no torneio que acontece no Chile, na cidade de Valdivia, entre os dias 19 e 23 de Julho. Após disputar a LDB, a Liga de Desenvolvimento de Basquete, com atletas de até 22 anos, em 2015, Yago cresceu muito, não só como pessoa, mas princialmente com sua visão de jogo e distribuição de jogadas sem se precipitar e querer resolver o jogo sozinho. Na LDB, Yago foi o cestinha do alviverde, com médias de 11,3 pontos por jogo. Com isso, o atleta está mais do que que preparado para ser o protagonista e ajudar seus companheiros de equipe para que saiam com o título.

YAGO5
Yago foi  destaque do Palestra na LDB (Foto: Raphael Oliveira/LNB)

 

Além do armador Yago, a seleção tem os seguintes jogadores:

Armador: Felipe Ruivo (E.C.PINHEIROS)

Alas – Armadores: Danilo Sena (E.C.PINHEIROS) e Rafael Munford (E.C.PINHEIROS)

Alas: Aquiles Novo (E.C.PINHEIROS), Thiago Ribeiro (E.C.PINHEIROS), Artur Dimas (E.C.PINHEIROS) e Gabriel Galvanini (Bauru Basket)

Pivôs: Michael Uchendu (Bauru Basket), Lucas Caue (E.C.PINHEIROS), Victor Bafutto (UNICEUB/BRASÍLIA) e João Victor (C.R.FLAMENGO)

Técnico: Davi Pelosini (E.C.PINHEIROS)

Dos citados, Gabriel Galvanini, ex Palmeiras merce destaque. Alto para a posição e com ótimo chute do perímetro, o atleta de Bauru também infiltra muito bem em direção ao garrafão. Além dele, João Victor, do Flamengo e Lucas Caue, do Pinheiros, são outros nomes que merecem muita atenção. Ambos são dominantes em baixo da cesta, com ótimo trabalho de perna e com ganchos certeiros e ainda sabem jogar no perímetro.

jv
João Victor é uma das boas promessas do Flamengo, que já treina no adulto

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s