Com vale tudo e Pedro inspirado, Paulisatno bate Palmeiras

Em um confronto direto na parte de cima da tabela, Paulistano e Palmeiras se enfrentaram em duelo que era esperado ser equilibrado, mas não aconteceu. O alviverde começou impondo seu jogo e chegou a abrir até uma confortável vantagem de 15 pontos (4 x19). Fabricio foi o responsável por isso, começou a partida fazendo de cara 8 pontos e a defesa do Palestra estava muito boa, especialmente nos rebores defensivos. Além de Fabricio, Maxi Stanic começou bem o jogo, distribuindo inúmeras assistências, assim como Gianella que começou no banco e entrou causando ótimas infiltrações no garrafão do Paulistano. E por conta destes fatores, o Palmeiras venceu o primeiro quarto, 14×26.
Todavia, o segundo quarto foi uma tragédia para o alviverde, Pedro, o cestinha do jogo, vindo do banco destruiu os visitantes, infiltrou, bandeijou e foi bem nas bolas do perímetro, acabou o jogo com 27 pontos, sendo 17 deles nos 20 minutos iniciais. Além disso, Régis foi mais uma vez teimoso, mexeu totalmente errado no time. Como diz o ditado popular: ”Em time que se ganha, não se mexe”. Não é a primeira vez que esse fato torna-se realidade, entretanto, não pode crucifica – lo, não foi ele que montou o time, e sim o anterior técnico, o Betão. Mesmo assim, o Palmeiras foi com vantagem de 1 ponto para o intervalo, 35 x 36 e 21 x 10 no quarto, a favor do Paulistano.

Pedro foi o grande destaque do jogo. Foto: Ale da Costa/Portrait

O terceiro quarto foi de total equilíbrio, os dois times errando muito e nervosos em quadra, se de um lado Maxi não consiga fluir o jogo, o armador americano, Dawkins não consiga fazer o mesmo, apesar de fazer 4 pontos consecutivos, os primeiros no jogo e realizando com que seu time levasse uma vantagem de 3 pontos para os 10 minutos finais (56 X 53).
O último quarto foi certamente o mais quente de todo NBB, rolou de tudo, faltas técnicas inexistentes e um golpe de UFC à lá José Aldo que Agba desferiu  em Maxi, fazendo com que levasse 4 pontos em sua cabeça e indo direto para o hospital e o mais engraçado é que ainda tomou uma falta técnica mesmo sendo agredido e o Agba também tomou uma falta técnica, apenas, pois era para ser falta descalcificante, e consequentemente, expulso de quadra. Passado isso, o Palmeiras voltou muito vervoso em quadra e sentiu demais a falta de seu excelente armador e perdeu o jogo por 92 x 13 36 x 20 no quarto para os mandantes.
Destaque do Palmeiras fica até difícil falar, porém eu aponto Atila que já está merecendo mais minutos em quadra, anotou 7 pontos e pegou 10 rebotes em quadra .Lembrando que o próximo jogo será amanha contra a Liga Sorocabana, fora de casa, às 20 horas com transmissão do twitter do @basquetesep e com direito a torcedores do Palmeiras viajando para empurrar o time.

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s